Câmeras térmicas Hikvision colocam público de shoppings de São Paulo em risco

By Robert Wren Gordon, Published Nov 27, 2020, 02:09pm EST

7 câmeras térmicas Hikvision, sem a calibragem com a tecnologia ​black body​ ou controle de clima, foram encontradas pela IPVM em shoppings de São Paulo, a maior cidade do Brasil. Elas colocam o público em risco, e ainda promovem uma falsa sensação de segurança.

IPVM Image

Esse é o sexto post de uma série sobre o mau uso das câmeras térmicas na América Latina. Para acompanhar a cobertura completa, veja também:

  1. 🇲🇽 Instalação defeituosa de câmeras térmicas Hikvision na Basílica e Catedral da Cidade do México
  2. 🇨🇱 Perigosa câmera térmica da Hikvision exibida em cidades chilenas
  3. 🇨🇴 Instalação defeituosa das câmeras térmicas Hikvision na cidade de Cali, na Colômbia
  4. 🇦🇷 Triagem no ônibus da Dahua viola os padrões da IEC e da própria empresa, em Buenos Aires
  5. 🇨🇴 Presidente da Colômbia promove a má instalação de câmera térmica da Hikvision

Nesta publicação compartilhamos os nossos relatórios feitos durante visitas realizadas em 10 shoppings da capital paulista. Para um resumo dos nosso conhecimentos, confira o vídeo abaixo (gravado em inglês):

Contexto

Em Maio, a implementação das câmeras térmicas no Brasil foi discutida numa reportagem feita por um jornal local. O texto aborda a implementação do equipamento Hikvision em um shopping de Cuiabá (MT).

Em Julho, o jornal Diário do Comércio, de São Paulo, foi um dos poucos a documentar o aumento do número dessas câmeras em shoppings da cidade, destacando, também, a crescente popularidade do dispositivo nesses locais. Veja parte da reportagem abaixo:

IPVM Image

IPVM Image

A primeira câmera térmica foi observada pela IPVM no dia 12 de Outubro, no Shopping Iguatemi (foto à direita), que fica localizado no Jardim Paulistano, em São Paulo.

Join IPVM Newsletter?

IPVM is the #1 authority in video surveillance news, in-depth tests, and training courses. Get emails, once a day, Monday to Friday.

Join IPVM Newsletter?

IPVM is the #1 authority in video surveillance news, in-depth tests, and training courses. Get emails, once a day, Monday to Friday.

Durante 4 semanas em Outubro e Novembro, a IPVM retornou ao Shopping Iguatemi, mas ainda visitou outros 9 centros comerciais - Cidade Jardim​,Shopping Eldorado​, Shopping Center 3​, JK Iguatemi, Shopping Vila Olímpia, ​ParkShopping São Caetano​,Morumbi Shopping, Shopping Ibirapuera​, e o Shopping Pátio Paulista​ - localizados em São Paulo e São Caetano do Sul (região metropolitana). Veja o mapa abaixo:

IPVM Image

Entre os 10 shoppings visitados, quatro - ​Shopping Eldorado, Shopping Center 3, ParkShopping São Caetano, e o Shopping Ibirapuera - não tinham uma câmera térmica. Em vez disso, os locais contavam com uma equipe de segurança munida de termômetros infravermelhos para a checagem individual da temperatura dos visitantes assim que eles entravam (a checagem era feita no pulso ou na testa).

Como detalhado abaixo, a IPVM encontrou ao menos uma, ou duas em alguns casos, câmeras térmicas nos outros 6 shoppings restantes.

Câmeras implementadas

Como mostra a imagem a seguir, de longe o método mais popular para detecção de febre são as câmeras térmicas bullet da marca Hikvision. Elas foram encontradas duas vezes no JK Iguatemi e no Morumbi Shopping, e uma vez no Shopping Iguatemi e Shopping Vila Olímpia:

IPVM Image

Além disso, uma câmera térmica dome foi encontrada uma vez no Cidade Jardim:

IPVM Image

Uma câmera fisicamente similar a câmera portátil infravermelha Banovision com medição de temperatura e febre de rosto e corpo, fabricada na China, foi encontrada no sexto shopping, o Pátio Paulista:

IPVM Image

Qual é o problema com as implementações

A implementação com falhas das câmeras nos shoppings de São Paulo causarão um número significante de erros.

1: Sem tecnologia ​black body

A IPVM não encontrou evidências do uso da tecnologia ​black body​ em nenhum dos 6 shoppings de São Paulo que contavam com a câmera térmica como medida de segurança (o vídeo abaixo foi gravado no Morumbi Shopping e demonstra essa informação).

A mesma câmera do Morumbi Shopping, de outro ângulo:

Como a própria Hikvision admitiu, e os testes realizados pela IPVM comprovaram, não utilizar a tecnologia​ black body​ diminui consideravelmente a precisão, fazendo com que os erros sejam mais graves e comuns:

IPVM Image

Não utilizar esse parâmetro também aumenta as chances de que ocorram “falsos positivos”, que podem ser observados abaixo em condições próximas às ideais (ambiente fechado, 22ºC, sem luz solar direta ou próxima). Em ambientes abertos e com exposição solar, os falsos positivos podem ser ainda mais recorrentes.

IPVM Image

Veja o nosso teste completo para mais detalhes: ​Teste de triagem de temperatura Hikvision.

2: A triagem não é feita em ambientes fechados

Tanto no Shopping Iguatemi quanto no Cidade Jardim, as câmeras térmicas foram instaladas na área externa (veja o vídeo gravado no Cidade Jardim):

Os padrões ISO/TR 13154:2017​ e IEC 80601-2-59:2017​ estabelecem que câmeras térmicas devem ser implementadas em ambientes internos, especificamente.

[IEC] TERMÓGRAFOS DE TRIAGEM foram utilizados nas portas de entrada, saída e em todos os acessos aos estabelecimentos considerados “locais fechados”, com a intenção de isolar indivíduos febris dos não-febris, evitando a propagação de doenças transmissíveis.

[ISO] Esse documento fornece guias gerais para a implementação, instalação e operação dos termógrafos de triagem projetados para serem utilizados como formas não invasivas de medição de temperatura de indivíduos em ambientes fechados, para evitar a propagação de doenças transmissíveis.

3: Controle de Clima e Umidade inadequados

O vídeo abaixo, feito no Shopping Iguatemi , mostra a falta de uma estrutura de transição entre a área externa e a área de medição de temperatura, assim como a falta de controle de umidade no entorno da instalação:

Essa foto tirada no Shopping Pátio Paulista mostra a entrada com as portas abertas (a temperatura externa era de 16ºC quando a foto foi tirada):

IPVM Image

Como relatado no nosso ​post sobre padrões internacionais de câmeras térmicas​, o controle de temperatura e umidade são importantes para garantir leituras precisas:

Para que as medições de temperatura produzam resultados confiáveis e consistentes, é imprescindível que o termógrafo de triagem esteja posicionado em uma superfície estável, e em um local fechado com variação da temperatura entre 20ºC e 24ºC, e umidade relativa do ar entre 10% e 50%.

A alta umidade causa a diminuição da temperatura conforme reduz a ​emissividade​. Além disso, os indivíduos num ambiente mais úmido tendem a suar mais, o que também aumenta a temperatura corporal.

4: Sem medição do canto interno dos olhos

Como demonstram os testes realizados pela IPVM, as câmeras térmicas da Hikvision apenas medem a temperatura na testa, e não no canto interno dos olhos, portanto, obstáculos como franjas (como demonstrado na imagem do menino feita no Shopping Cidade Jardim) podem representar um problema grande:

IPVM Image

Hikvision: não comenta o assunto

O representante da Hikvision se recusou a responder a solicitação de resposta feita pela IPVM.

Continua...

Este artigo é parte de uma série em produção que destaca a má implementação das câmeras térmicas na América Latina. Essas câmeras são uma solução cara que, quando mal implementadas, não somente deixam de tratar com seriedade a emergência de saúde atual, com também podem torná-la pior ao fornecer uma falsa sensação de segurança. Se você conhece algum estabelecimento que deveríamos visitar, por favor, escreva nos comentários ou envie a sugestão para o e-mail info@ipvm.com​.

Artigo traduzido para o português para IPVM por Gabriela Vilhena.

Esta reportagem foi inicialmente publicada em inglês no dia 11 de Novembro de 2020.

1 report cite this report:

Brazil's Multilaser Factory/HQ Visit & Expansion Plans on Dec 18, 2020
IPVM visited the HQ and factory of Multilaser, Brazil's second largest...
Comments (0) : Members only. Login. or Join.
Loading Related Reports